Giselle Itié desabafa sobre cuidar do filho sozinha: “Maternidade real”

Atriz é mãe de Pedro Luna, de quatro meses, e se separou do ator Guilherme Winter poucos meses antes de o bebê nascer

atualizado 10/08/2020 18:08

Giselle Itié se tornou mãe aos 37 anos em meio à pandemia do novo coronavírus. Seu primeiro filho, Pedro Luna, nasceu em março. Desde então, ela tem feito uma série de posts e lives para falar sobre as dores e as delícias de ser mãe solteira. Sobretudo no atual contexto, em que toda ajuda externa precisa ser à distância.

“O que mais está me ‘atravessando’ é viver esse momento no meio de uma pandemia. Pois a minha rede de apoio é somente virtual. Sei que conversar e falar como me sinto, virtualmente, é muito importante, mas ao vivo faz muita diferença”, disse a atriz mexicana, radicada em São Paulo, em entrevista à Quem.

Ela também abriu o coração sobre as críticas que recebe por encarar a maternidade sem romantismos. “Levantei e continuo levantando várias lives sobre maternidade para nós mães nos acolhermos. Devemos nos unir e falar abertamente sobre as nossas experiências. A frase ‘ser mãe é padecer no paraíso’ é muito antiquada. Pois nós merecemos ser felizes e saudáveis no paraíso”, defendeu.

0

“E para isso é necessário que a sociedade inteira se movimente e abrace as mães. Rede de apoio é necessária, sim. Os pais devem se responsabilizar pelos seus filhos, sim. Para a sociedade despertar e entender que as mães não devem ser sobrecarregadas, nós mães devemos nos unir e falar sobre. O nosso futuro agradece. Mãe saudável, filho saudável. E consequentemente sociedade saudável. A matemática é simples. Por isso, levanto as lives sobre “maternidade real”, complementou.

Pedro Luna é fruto do relacionamento de Giselle com Guilherme Winter. Os dois se separaram antes da pandemia do novo coronavírus começar e desde então a atriz têm criado o filho apenas com a ajuda da mãe. Guilherme mora no Rio de Janeiro e Itié se mudou para São Paulo. “Não somos um casal mas para sempre seremos unidos pelo nosso pequeno”, ressaltou.

Últimas notícias