Documentos judiciais apontam que Johnny Depp sofre de disfunção erétil

Documentos legais levados ao júri pelos advogados da atriz apontam que o astro sofre de disfunção erétil

atualizado 01/08/2022 15:48

Foto colorida de Johnny DeppKevin Dietsch/Getty Images

O processo de Amber Heard contra o ator Johnny Depp ganhou um novo desdobramento nesta segunda-feira (1º/8). Documentos legais levados ao júri pelos advogados da atriz apontam que o astro sofre de disfunção erétil. A informação foi divulgada pelo Page Six.

Os documentos são datados de 28 de março. Os advogados alegam que a relevância da informação no processo é que tal condição médica teria feito com que o comportamento violento de Depp com Amber se agravasse.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
0

“Apesar do Sr. Depp preferir não se abrir sobre a condição de sua disfunção erétil, tal condição é absolutamente relevante para violência sexual, incluindo a raiva do Sr. Depp e o uso de uma garrafa para estuprar Amber Heard”, diz o documento, de acordo com o site.

Os advogados da atriz apontam que o problema erétil do ator faria com que fosse “mais provável” que ele ficasse “com raiva ou agitado” nos encontros sexuais com sua então esposa.

A equipe de advogados de Johnny Depp não comentou a alegação do problema médico.

Mais lidas
Últimas notícias