Bruno Gissoni fala sobre amor por Yanna Lavigne: “Feito de cicatrizes”

Ator ainda fez apelo às pessoas que acusam a atriz de se envolver com José Loreto: "Parem com essa covardia"

Reprodução/InstagramReprodução/Instagram

atualizado 26/02/2019 18:14

Há seis anos com Yanna Lavigne, Bruno Gissoni fez uma longa reflexão sobre o relacionamento nesta terça-feira (26/2), nas redes sociais. Feita de idas e vindas, a relação gerou Madalena, e um ano após o nascimento da bebê, o casal decidiu oficializar a união, em maio de 2018.

No Instagram, o global publicou um clique em que surge com a mulher e a filha. “Essa foto é fruto de tudo que plantamos ao longo da vida. Todas as boas ações que eu pratiquei desde que nasci e todos os valores positivos que a minha família plantou em mim, de alguma forma, refletiram em algo bonito pra algum lugar ou algum ser, e voltaram pra mim através dela”, escreveu.

“O nosso amor é incondicional, crescente, vivo e lúdico”, declarou ainda Gissoni, completando: “O nosso amor é, sim, feito de cicatrizes curadas; de um presente apaixonante e de um futuro inspirador. Queremos muito mais dessa vida e queremos juntos! Mais histórias, mais filhos, mais gargalhadas às 3h da manhã, mais bilhetes de amor na porta de casa… A nossa família é muito feliz, só tenho a agradecer e zelar por ela”.

Diante da polêmica envolvendo o nome de sua esposa após a separação de José Loreto e Débora Nascimento, o ator fez um apelo: “Respeitem o próximo, estamos lidando com vidas, histórias lindas de superação, amizade e amor, que estão sendo devoradas pelo homem de forma primitiva. A mim, marido e pai, só me cabe defender e amar a minha família. Por isso, parem com essa covardia! E, aos ‘profissionais’ que estão fazendo da vida alheia um circo de horrores, peço respeito não só à minha família, mas a todos os envolvidos. A vocês, que disseminam o ódio, saibam que a vida é um espelho”.

Yanna Lavigne foi apontada pela internet como uma das possíveis amantes de José Loreto, expulso de casa após Débora descobrir uma traição. Revoltada com os boatos, a atriz se posicionou na web, negando qualquer envolvimento. “Só fico de alma e consciência tranquilas porque todos os envolvidos me conhecem e sabem que não tenho absolutamente nada a ver com o que está acontecendo”, disse.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Essa foto é fruto de tudo que plantamos ao longo da vida. Todas as boas ações que eu pratiquei desde que nasci e todos os valores positivos que a minha família plantou em mim, de alguma forma, refletiram em algo bonito pra algum lugar ou algum ser; e voltaram pra mim através dela. O sentimento que se moldou em tantos tipos diferentes de amor, ao longo dos nossos 6 anos, hoje, são tão sólidos quanto a matéria viva oriunda dele. O nosso amor é incondicional, crescente, vivo e lúdico. O nosso amor é, sim, feito de cicatrizes curadas; de um presente apaixonante e de um futuro inspirador. Queremos muito mais dessa vida e queremos juntos! Mais histórias, mais filhos, mais gargalhadas às 3h da manhã, mais bilhetes de amor na porta de casa… A nossa família é muito feliz, só tenho a agradecer e zelar por ela. Peço, encarecidamente, que vivam a vida de vocês da mesma maneira: o amor e a felicidade são infinitos, não há necessidade de roubar isso de alguém. Respeitem o próximo, estamos lidando com vidas, histórias lindas de superação, amizade e amor, que estão sendo devoradas pelo homem de forma primitiva. A mim, marido e pai, só me cabe defender e amar a minha família. Por isso, parem com essa covardia! E, aos “profissionais” que estão fazendo da vida alheia um circo de horrores, peço respeito não só à minha família, mas a todos os envolvidos. A vocês, que disseminam o ódio, saibam que a vida é um espelho.

Uma publicação compartilhada por Bruno Gissoni (@brunogissoni) em

Últimas notícias