*
 

Durante os desfiles do Grupo Especial do Rio de Janeiro, uma idosa de 63 anos que estava em um dos camarotes do Sambódromo, morreu após mal súbito. De acordo com o marido, a senhora tinha problemas cardíacos e foi levada para o posto da Secretaria Municipal de Saúde. Logo depois, ela foi transferida às pressas para o Hospital Municipal Souza Aguiar, mas não resistiu e faleceu. A informação é do portal IG.

Segundo a Prefeitura do Rio, o número de atendimentos no primeiro dia de desfiles foi superior ao de 2017, quando 504 pessoas precisaram de cuidados. Somando os dois dias de apresentações da Série A com o primeiro dia do Grupo Especial, os socorros chegaram a 1.013. Muitos pacientes apresentavam sinais de desidratação, picos de hipertensão, torções e pequenos traumas.

Os postos de saúde funcionaram até o fim dos desfiles e a saída do público da Sapucaí. Nesta segunda-feira (12/2), eles reabrem a partir das 16h para a segunda noite de apresentação do Grupo Especial. Depois disso, voltam às atividades na terça (13), para as escolas mirins e, no sábado (17), para o Desfile das Campeãs.