*
 

As escolas de samba de São Paulo deram início à folia, nesta sexta-feira (9/2), no Sambódromo do Anhembi. A festa começou com a Independente Tricolor, na qual foliões desfilaram vestidos de personagens clássicos de filmes de terror, com o enredo “Luz, Câmera e Terror – Uma Produção Independente”.

O desfile da Independente começou tenso, pois o carro abre-alas emperrou e saiu empurrado da avenida. A escola pode ser penalizada pela falha. O destaque ficou com a musa da bateria, Sheila Mello, fantasiada de demônia sexy.

A segunda a desfilar foi a Unidos da Peruche, homenageando o cantor Martinho da Vila, que prestigiou a festa. Em seguida, a Acadêmicos da Tucuruvi fez apresentação que remetia ao universo dos museus. A escola sofreu um incêndio em janeiro e perdeu 90% das fantasias.

Já a Mancha Verde escolheu a banda Fundo de Quintal como tema. O samba-enredo exaltava a amizade e elementos da umbanda. A atriz Viviane Araújo reinou na avenida vestida de cacique.

A Acadêmicos do Tatuapé prestou tributo ao Maranhão e sua cultura local. A noite terminou com Rosas de Ouro, com o enredo “Pelas Estradas da Vida, Sonhos e Aventuras de um Herói Brasileiro, canção sobre a vida dos caminhoneiros, e com a Tom Maior, celebrando a escola carioca Imperatriz Leopoldina.

 

 

COMENTE

carnaval 2018
comunicar erro à redação

Leia mais: Carnaval