Vídeo: PM apreende 52 motos roubadas no DF, em GO e outras regiões

Operação foi realizada em Aparecida de Goiânia, na região metropolitana. Vítimas de roubo de veículo podem procurar polícia goiana

atualizado 28/03/2021 13:56

Divulgação: PMGO

Com motor e chassi adulterados, 52 motos furtadas ou roubadas foram apreendidas na maior operação da Polícia Militar de Goiás (PMGO) contra receptação de veículos e serão periciadas, a partir deste domingo (28/3), antes de ficarem à disposição dos verdadeiros donos. Um grande empresário do ramo de sucatas foi preso em flagrante.

A Polícia Militar de Goiás realizou a operação, nesse sábado (27/3), em Aparecida de Goiânia, na região metropolitana da capital, e identificou motos roubadas no estado, Distrito Federal (DF) e em outras regiões. A identidade do empresário não foi divulgada.

A suspeita é de que os veículos eram comprados em diversos locais do país e revendidos em Goiás e em outros estados, como Bahia e Pará. Depois, segundo a PMGO,  seriam colocados à venda para circular na cidade, irregularmente, por causa das restrições de documentos.

“O esquema criminoso, possivelmente, adquiria os veículos roubados em outros estados para dar uma embelezada, pintar o motor e as motos de outras cores e repassá-las como se fossem veículos de leilão”, afirma o tenente Diego Moura.

Além das motocicletas inteiras, os policiais apreenderam 29 motores inteiros e 13 motos adulteradas prontas para serem colocadas à venda. Comandada pelo tenente Arion Roldão, a operação foi realizada em uma grande loja de sucatas e em dois lotes que tinham oficinas improvisadas para adulterar os veículos e guardar o estoque dos roubos.

0
Auditoria nas peças

Gravados por policiais, vídeos mostram as motos enfileiradas dentro de lotes murados. Na frente de cada uma delas, havia um motor no chão, pronto para ser colocado como parte do processo de adulteração. Outras imagens mostram dezenas de peças amontoadas, antes de serem instaladas nos veículos.

“São peças sem procedência. Os lotes baldios funcionavam como depósito e oficina”, explica Moura. “A Polícia Civil vai fazer auditoria em todas as peças, quadros e guidões. Possivelmente, tem muito mais coisas e pode ser que tenha mais gente envolvida no esquema criminoso”, ressalta.

A ocorrência foi registrada no 4º Distrito Policial, no Setor Garavelo, em Aparecida de Goiânia. O caso será encaminhado à Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores (DERFRVA), da Polícia Civil de Goiás (PCGO).

O empresário foi autuado por receptação e adulteração de veículos furtados ou roubados. O Metrópoles não identificou o advogado dele e ainda tenta contato. O espaço está aberto para manifestações.

A polícia informa que vítimas de roubo de motos procurem a delegacia especializada para verificar se seus veículos estão entre os que foram recuperados. É necessário apresentar documentos da moto roubada ou furtada.

Últimas notícias