Vídeo. Passageiros derrubam grades e protestam em estação de BRT no RJ

A motivação da manifestação no BRT Alvorada seria a falta de ônibus na volta para a casa. PM e Guarda Municipal foram acionados

atualizado 04/05/2022 13:48

Reprodução/ Redes Sociais

Rio de Janeiro- A noite de terça-feira (3/5) foi marcada por confusão, protesto e grades derrubadas no terminal Alvorada, estação de BRT na zona oeste do Rio. O tumulto começou devido à falta de ônibus e ao atraso dos coletivos na volta para casa.

Em vídeos que circulam nas redes sociais, é possível ver pessoas gritando e homens jogando grades no meio da pista. Veja:

A Guarda Municipal e a Polícia Militar foram acionadas para conter as manifestações dos passageiros. Em nota, a PM disse que equipes do 31ºBPM, Recreio dos Bandeirantes, foram deslocadas para o terminal Alvorada do BRT após receberem informações de que haveria um tumulto no local. A situação acabou controlada e não houve detidos ou apreensões relacionadas ao fato.

Passageiros se indignaram e comentaram sobre o ocorrido nas redes sociais.

0

“Minha mãe está na Alvorada, tentando pegar o BRT, mas uma galera tomou a pista, iniciando um protesto. Segundo ela, essas pessoas estão esperando o 51 desde 17h. O que acontece no transporte público do Rio não é um problema, é uma declaração de falência. Tá impossível!”, disse um jovem.

Outra passageira apoiou os protestos: “Maior quebra pau na alvorada! Isso aí meu povo, se não for assim o brasileiro não tem vez e nem voz, BRT é o pior transporte criado no RJ”, comentou.

Já a Guarda Municipal disse que, por volta das 19h, um grupo de passageiros, com a ajuda de ambulantes, lançou ao chão grades do Terminal Alvorada, o que acabou interrompendo a circulação de BRTs por alguns minutos. Agentes do BRT Seguro e da Guarda Municipal foram acionados e a circulação dos articulados acabou normalizada.

O Metrópoles entrou em contato com a Mobi-Rio, concessionária que administra o transporte, que enviou uma nota e chamou os manifestantes de “baderneiros”:

“A Prefeitura do Rio, por meio da MOBI- Rio, informa que por volta das 19h, um grupo de baderneiros lançou ao chão as grades, com a ajuda inclusive de camelôs, interrompendo a circulação de BRTs no local. O BRT Seguro e a GM foram acionados e a circulação foi normalizada. Contudo, por causa do tumulto, que impediu a circulação de articulados, os intervalos das linhas foram afetados e isso refletiu na operação”.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

Mais lidas
Últimas notícias