Vídeo: homem negro tira roupa para provar que não furtou supermercado

Homem negro teve que se despir na rede atacadista Assaí em Limeira, interior de São Paulo. O caso não foi registrado como racismo

atualizado 09/08/2021 10:38

Homem negro tira roupa em supermercado para provar que não furtou (1) Reprodução

São Paulo – Um homem negro, de 56 anos, afirmou ter sido obrigado a tirar parte da roupa para provar que não furtou produtos no Assaí Atacadista, em Limeira, interior de São Paulo, na sexta-feira (6/8).

A vítima diz que havia visitado o atacadista para fazer uma pesquisa de preço, mas foi abordada na saída do local por dois seguranças, que a teriam feito tirar a blusa e a calça para provar que não cometeu nenhum crime, segundo o boletim de ocorrência

Um vídeo que circula nas redes sociais registrou o momento em que o homem diz aos empregados: “Eu roubei alguma coisa nessa loja, caramba? Eu vim aqui para comprar alguma coisa e me chamam de ladrão.”

As imagens também mostraram que o homem começou a chorar após o ocorrido e precisou ser acalmado por empregados do Assaí. Clientes que estavam no supermercado assistiram à cena e reprovaram a conduta dos seguranças.

De acordo com o G1, o caso foi investigado apenas como constrangimento por não haver provas de injúria racial.

Em nota, o Assaí disse que os funcionários envolvidos na abordagem foram afastados. “A companhia reforça que não adota nem orienta qualquer forma de abordagem constrangedora a clientes e que tomará todas as providências necessárias tão logo a investigação for encerrada.”

Mais lidas
Últimas notícias