Vídeo. Advogada imobiliza pit-bull após cadela de estimação ser atacada

Marina machucou o pescoço e o joelho ao cair, e a cadela levou cinco pontos na perna e na barriga, onde foi mordida

atualizado 01/10/2020 15:21

Advogada imobiliza pitbull para salvar cadela de estimação de ataqueDivulgação/ Marina Galvão

Imagens de câmera de segurança mostram o momento em que a cadela de estimação da advogada Marina de Oliveira Galvão, 30 anos, é atacada por um pit-bull, no centro de Palmas (TO), na noite de quarta-feira (30/9). As informações são do G1.

No vídeo, é possível ver Marina passeando com a cadela na rua quando avista o pit-bull correndo em direção a elas. Ela pega a cadela da raça pug no colo, mas o cachorro a derruba e inicia o ataque.

Em seguida, para salvar a cadela, ela imobiliza o pit-bull. Assista:

“Eu estava passeando com minha cadela e, ao entrar na rua perto da minha casa, vi o cachorro grande vindo solto. Ele estava com coleira, mas não tinha ninguém com ele. Foi quando peguei meu cachorro no colo, mas ele conseguiu tirar dos meus braços e levar para o chão“, contou Marina.

Nas imagens, ainda é possível ver que um vizinho tenta ajudar. “Eu consegui segurar o cachorro, pedi para ele levar Pagu para casa. Eu acho que não foi pior porque o cachorro não era muito agressivo ou não era adulto. Talvez no início ele quisesse brincar, mas o tamanho dele é desproporcional”, relembrou a advogada.

Marina machucou o pescoço e o joelho ao cair, e a cadela levou cinco pontos na perna e na barriga, onde foi mordida. Nenhum órgão do animal foi perfurado, mas a cadela está com dificuldade para andar.

Últimas notícias