Veja dicas de especialistas sobre como fazer um currículo completo

Informações como dados pessoais, foto e layout costumam causar dúvidas nos candidatos

atualizado 24/09/2021 12:45

Flickr

O currículo é o primeiro passo para entrar no mercado de trabalho, mas sempre é alvo de muitas dúvidas. Por onde começar, quais informações priorizar e o que os recrutadores procuram? Em entrevista à Confederação Nacional da Indústria (CNI), as especialistas Camilla Ramos, analista de RH da CNI, e Valdirene Borges, supervisora de desenvolvimento humano e organizacional da Intelbras, deram dicas para aqueles que estão em busca de uma nova oportunidade.

Informações básicas

Segundo as especialistas, o primeiro passo deve ser o nome, em destaque e completo. Também é importante colocar o telefone e e-mail profissional, que são os canais pelos quais os recrutadores poderão entrar em contato com o candidato.

Já informações como números de CPF, RG, idade e onde nasceu não são necessárias. Por outro lado, o endereço deve estar entre os dados no currículo.

Fotos e Redes

Além disso, as especialistas destacam que o ideal é evitar colocar fotos, a não ser que busque uma vaga de modelo.

“As informações profissionais, e não a sua aparência, é que devem contar para análise dos recrutadores”, dizem.

Sobre redes sociais, as especialitas afirmam que o ideal é inserir links apenas para perfis que tenham a ver com a vaga que você está disputando. Por exemplo, caso você procure uma vaga como ilustrador, busque colocar o link da página em que publica sua ilustrações.

Experiência profissional

Outra dúvida comum é a experiência profissional. Afinal, é necessário colocar todos os empregos que já teve? De acordo com as especialistas, não, já que o mais importante é manter o currículo objetivo. “Insira as principais atividades, É muito comum queremos colocar todas as funções que já tivemos, mas destaque o que realmente importa”, disse.

No caso do primeiro emprego, a dica é focar em experiências acadêmicas ou extracurriculares, como serviço voluntário, projetos autônomos, atividades esportivas e pesquisas. Já no âmbito acadêmico, vale citar projetos de pesquisa, congressos, eventos, palestras, prêmios e destaques.

Informações adicionais

Uma dica para enriquecer seu currículo é colocar os idiomas que fala e em qual nível, sempre ao final do currículo.

Outra possibilidade é encaminhar um portifólio, em casos de programas digitais. O material, no entanto, só deve ser enviado se solicitado e em um documento a parte do currículo.

0
Layout

Por fim, é preciso considerar o layout do documento como uma oportunidade de mostrar sua personalidade. Existem programas gratuitos como o Canva, o Docs e o próprio Word que podem ser usados para isso.

Mas a personalização deve ter limite. “Pode ser um pouco estranho tentar disputar uma vaga em um escritório de advocacia com um currículo muito extravagante. O currículo, além de combinar com o seu perfil, tem que combinar também com o da empresa”, explicam.

Últimas notícias