União Europeia oferece assistência humanitária e técnica a Brumadinho

Os 28 países-membros da UE vão hastear nesta terça (29) as bandeiras a meio mastro nas sedes de suas representações diplomáticas

Igo Estrela/Metrópoles

atualizado 28/01/2019 21:05

A União Europeia ofereceu nesta segunda-feira (28/1) assistência técnica e humanitária para as ações executadas na região de Brumadinho, nos arredores de Belo Horizonte (MG), após o rompimento da barragem da Mina Córrego do Feijão. Há três dias, a área foi soterrada por um mar de lama. A Defesa Civil de Minas Gerais confirmou 81 mortes. Segundo os dados mais recentes, há 271 pessoas desaparecidas.

“A União Europeia e seus Estados-Membros reiteram sua disponibilidade em prover assistência técnica e humanitária, caso solicitada pelas autoridades governamentais brasileiras”, disse a União Europeia em comunicado.

A nota também prestou solidariedade às vítimas e autoridades. “A União Europeia e seus estados-membros expressam sua maior consternação e solidariedade ao povo e às autoridades brasileiras diante da devastadora tragédia humana e ambiental resultante do rompimento da barragem Mina do Feijão, na cidade de Brumadinho [Minas Gerais]”, diz o texto.

Em respeito às vítimas, a União Europeia informou que os 28 países-membros vão hastear nesta terça (29) as bandeiras a meio mastro nas sedes de suas representações diplomáticas.

Últimas notícias