UFMG desliga 22 estudantes que fraudaram sistema de cotas para negros

De 61 denúncias, 10 foram arquivadas por envolver estudantes que já se desligaram da instituição

atualizado 26/02/2021 15:34

Divulgação/UFMG

O Conselho Universitário da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais), em reunião realizada nessa quinta-feira (25/2), deliberou por acolher a recomendação da comissão disciplinar instaurada para apurar eventuais responsabilidades por uso irregular de cotas raciais em processo seletivo para ingresso na instituição.

De acordo com a decisão, 22 estudantes serão desligados, e sete, suspensos por um semestre letivo.

Leia mais em BHAZ, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias