TSE diz que responderá, em breve, cobrança de Bolsonaro sobre eleições

O órgão assegurou que as Forças Armadas não encontraram problemas nas urnas: "São dezenas de perguntas de natureza técnica"

atualizado 11/02/2022 13:33

Fachada do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no dia do julgamento da fusão que cria o União Brasil, maior legenda do PaísIgo Estrela/Metrópoles

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) publicou nota de esclarecimento, nesta sexta-feira (11/2), em que fala das afirmações do presidente Jair Bolsonaro sobre “vulnerabilidades no processo eleitoral”. De acordo com o órgão, as respostas aos questionamentos estão sendo preparadas e serão enviadas nos próximos dias.

Em sua live semanal, na quinta-feira (10/2), o presidente Bolsonaro disse que as Forças Armadas detectaram vulnerabilidades no processo eleitoral, oficiaram TSE e aguardam resposta para “analisar”.

O tribunal afirmou que os questionamentos das Forças Armas “são dezenas de perguntas de natureza técnica, com certo grau de complexidade”.

“Cabe destacar que são apenas pedidos de informações, para compreender o funcionamento do sistema eletrônico de votação, sem qualquer comentário ou juízo de valor sobre segurança ou vulnerabilidades. As declarações que têm sido veiculadas não correspondem aos fatos nem fazem qualquer sentido”, diz o comunicado do TSE.

Veja o vídeo em que Bolsonaro questiona o processo eleitoral:

Segundo o TSE, a solicitação foi feita à Comissão de transparência Eleitoral em um período próximo do recesso, o que provocou uma demora maior que o comum no retorno.

O pedido das Forças Armadas foi enviado em dezembro, na forma de um documento ao TSE com perguntas sobre o sistema das urnas eletrônicas para as eleições de 2022. Faz parte das responsabilidades grupo institucional assegurar o aperfeiçoamento contínuo do processo de votação.

Em menos de um mês após o recebimento dos questionamentos, o Tribunal disse ao Metrópoles que as respostas já estavam sendo elaboradas.

O órgão assegura que as perguntas são de natureza técnica e complexa, por isso estão sendo respondidas com o cuidado necessário, e destaca que se tratam apenas do desejo de compreender o funcionamento do sistema, sem “qualquer comentário ou juízo de valor sobre segurança ou vulnerabilidades”.

Mais lidas
Últimas notícias