*
 

Um homem morreu na madrugada deste sábado (3/11) quando se deslocava para o trabalho, por volta das 4h. Romário Sousa Silva, 30 anos, parou a moto que conduzia em um semáforo nas proximidades da Feira dos Importados quando o motorista de um Civic branco não respeitou a sinalização de trânsito e passou por cima da moto. Romário foi arrastado por 50 metros com a motocicleta embaixo do carro. Ele sofreu traumatismo craniano e morreu no local.

O condutor do Civic, Thiago Henrique dos Santos Souza, 22 anos, foi submetido ao teste do bafômetro, que deu positivo para alcoolemia. De acordo com informações da Polícia Civil, o percentual registrado foi de 0,47 mg/L. Ele relatou à polícia que estava em uma festa na Associação Atlética do Banco do Brasil (AABB) e confirmou ter bebido cerveja.

Segundo amigos de Romário e testemunhas do acidente, o rapaz nem sequer conseguia dizer o próprio nome, dado o grau de embriaguez. Ele foi encaminhado para a 5ª Delegacia de Polícia (Área Central) e levado para o núcleo de custódia, onde ficou à disposição da Justiça.

Romário era casado, tinha dois filhos de 4 e 5 anos e trabalhava como padeiro na Panificadora Fratello, localizada no Cruzeiro. Era para lá que ele se dirigia quando foi atingido no sinal vermelho.

“Liguei no celular dele para saber o que havia acontecido. A polícia informou do acidente e, quando cheguei ao local, 15 minutos depois, ele havia falecido. O agente explicou que o rapaz estava embriagado”, relatou o chefe de Romário, dono da panificadora, Marconi Pedroza Dourado.

O corpo de Romário foi velado em seguida e será levado para o Maranhão, onde a família o enterrará.

Arquivo pessoal