Testemunha confirma versão de que filha de Flordelis atirou em pastor

Simone dos Santos também teria feito disparos de arma de fogo na genitália da vítima, na casa da família

atualizado 11/12/2020 14:57

deputada FlordelisRafaela Felicciano/Metrópoles

Uma ex-frequentadora da igreja da deputada federal Flordelis dos Santos confirmou, em acareação realizada nesta sexta-feira (11/12), que tomou conhecimento de que uma segunda pessoa atirou no pastor Anderson do Carmo. As informações são do jornal O Globo.

De acordo com Vivian da Silva, Simone dos Santos, filha biológica de Flordelis, também teria feito disparos de arma de fogo na genitália da vítima. A testemunha ainda afirmou que a presença de outras pessoas na cena do crime foi relatada por Cristina Rangel, esposa do pastor Carlos Ubiraci, também preso por envolvimento no crime.

Até o momento, apenas outro filho biológico da parlamentar, Flávio dos Santos, é acusado pelo Ministério Público de ter executado o pastor Anderson. Os outros réus foram denunciados por participar, mas não de atirar na vítima, porque durante a investigação não houve relato de outras pessoas na cena do crime.

Vivian ainda afirmou que outro filho de Flordelis, André Oliveira, teria segurado o pastor para que Simone e Flávio atirassem. “Ela [Cristiana] falou que foi algo que ela ouviu na casa [de Flordelis]. O André havia segurado o pastor Anderson para o Flávio e a Simone atirarem nele. E que a mãe dela [Flordelis] sabia de tudo, que não caía uma folha da árvore dentro de casa se a pastora Flor não soubesse. A Simone que havia atirado nas partes íntimas”, relatou.

Após o depoimento de Vivian, Cristiana foi ouvida e negou que tenha contado algo sobre o crime para ela. “Não quero me manifestar porque eu não vi. Como vou falar uma coisa que não vi?”, questionou.

Flordelis foi denunciada pelo Ministério Público como a mandante do crime que vitimou Anderson do Carmo, em junho deste ano.

0

Últimas notícias