Terror em Araçatuba: empresário foi morto quando filmava bandidos

Prefeito narra que vítima foi executada enquanto fazia imagens do tiroteio. Três pessoas morreram durante o ataque em Araçatuba

atualizado 30/08/2021 14:17

Ataque Araçatuba RenatoReprodução/Facebook

Uma das vítimas da quadrilha que atacou Araçatuba (SP) teria sido morta quando foi filmar a ação dos bandidos, na madrugada desta segunda-feira (30/8). Três pessoas morreram: dois moradores e um bandido. Quatro estão feridas.

O empresário Renato Bortolucci teria sido executado pelos criminosos quando foi fazer uma gravação do tiroteio. A ocorrência foi relatada pelo prefeito de Araçatuba, Dilador Borges, durante entrevista à emissora Globo News.

0

“Uma pessoa – um empresário, inclusive – que, no meio do tiroteio, foi de carro lá para filmar. Os caras executaram ele. Então, não dá. E a polícia também não apertou o cerco, para não perder mais vidas de vítimas que não têm nada com o que está acontecendo”, explicou o prefeito.

Outro morador vítima no ataque dos bandidos é o personal trainer Márcio Victor. Quatro pessoas com ferimentos estão na Santa Casa de Araçatuba. Um deles é um rapaz de 25 anos que teve que amputar os dois pés, por conta de um explosivo.

A quadrilha roubou bancos da cidade e usou reféns como escudo humano. Algumas pessoas chegaram a ser amarradas no carro dos bandidos. Os criminosos cercaram delegacias e quartéis. Quando fugiram, deixaram bombas espalhadas.

Mais lidas
Últimas notícias