Suspeito baleou cantor gospel ao confundi-lo com policial no Rio

De acordo com a esposa da vítima, homem perguntou durante assalto: "Você é polícia? Qual seu nome? Onde está seu celular?"

Reprodução/ExtraReprodução/Extra

atualizado 11/07/2019 11:54

Policiais civis do Rio de Janeiro já sabem quem atirou na cabeça do cantor gospel Elyon Sosthenes, na madrugada da última segunda-feira (08/07/2019). A vítima foi atingida enquanto voltava de carro para casa, em Imbariê, em Caxias na Baixada Fluminense. De acordo com a corporação, o atirador é Natalício Santos Sardinha, conhecido como Bola (foto em destaque).

De acordo com o Extra, uma das linhas de investigação é que Natalício tenha confundido Elyon com um policial à paisana. Segundo a polícia, a vítima, que também trabalha como motorista de aplicativo, falava ao telefone com a esposa no momento que foi abordado na Avenida Coronel Sisson.

Facebook/Reprodução

Mariane Sosthenes teria, então, ouvido a conversa entre o marido e Natalísio: “Você é polícia? Qual seu nome? Onde está seu celular?”. Essas são as perguntas que o suspeito teria feito repetidamente para a vítima, conforme informaram os investigadores. Elyon Sosthenes (foto acima) foi encontrado por policiais ferido e caído ao lado do carro, que estava com a porta aberta. O veículo estava batido e com marcas de bala pela lataria. A vítima foi levada para o hospital.

A polícia informou que Natalício tem sete passagens na polícia — quatro por roubo majorado, uma por latrocínio e duas por tráfico de drogas e associação. Contra ele também há um mandado de prisão preventiva. A polícia oferece recompensa de R$ 1 mil para quem apontar o paradeiro de Bola.

Denuncie
Caso alguém tenha informação sobre o paradeiro de Natalício deve entrar em contato com a Polícia Civil do Rio de Janeiro, pelo WhatApp (21) 97435-7577, ou pelo Disque Denúncia, no número 2253-1177. O anonimato é garantido.

Últimas notícias