SP: mulher com bumbum deformado piora e pode precisar de cirurgia

Bruna França Sobral, 38 anos, tomou uma injeção em um pronto-socorro em Santos (SP), que deixou a região com pus, vermelhidão e inchaço

atualizado 21/03/2022 13:59

Bruna teve infecção grave na nádega após injeção de corticoide feita por UPA de SantosArquivo Pessoal

São Paulo – Bruna França Sobral, 38 anos, teve uma inflamação e deformidade no bumbum após tomar uma injeção em um pronto-socorro em Santos, no litoral de São Paulo, em 7/1. Nesse sábado (19/3), ela passou por atendimento médico novamente.

Uma profissional avaliou que a paciente corre o risco de sepse, que é uma série de complicações causadas por uma infecção, relatou Bruna ao G1. A médica receitou ainda mais uma semana de antibiótico.

0

A mulher também foi encaminhada para um cirurgião que avaliará se ela precisará por uma cirurgia plástica. “Que medo sinto. Está muito feio, e estou bem triste, porque ela disse que, fora a estética, tem riscos ainda”, disse Bruna ao G1.

O neurocirurgião João Luís Cabral Júnior avaliou o caso a pedido do G1 e apontou que a nádega da paciente pode não voltar ao normal sem um procedimento cirúrgico.

“Normalmente não volta, porque é um tecido perdido, só com cirurgia reparadora”, afirmou o médico ao G1. O neurocirurgião explicou a operação é indicada em caso de atrofia regional, que é uma retração do tecido infectado, ou de necrose muscular.

O especialista afirma que, mesmo tendo acesso aos exames e às queixas da paciente, é necessário examiná-la e fazer mais exames.

Mais lidas
Últimas notícias