SP: homem chama mãe e PM por não conseguir pagar R$ 6 mil a prostíbulo

O cliente passou a madrugada no local fazendo sexo com mulheres e ingerindo bebidas alcoólicas; caso ocorreu em São José do Rio Preto (SP)

atualizado 04/10/2021 18:33

iStock

Após passar a noite em uma casa de prostituição e gastar quase R$ 6 mil, um corretor de imóveis foi parar na delegacia junto com a mãe e a proprietária do estabelecimento, por um motivo simples: ele não tinha dinheiro suficiente para pagar as despesas. O caso aconteceu na madrugada de domingo (3/10) em São José do Rio Preto, no interior de São Paulo.

Segundo o UOL, o cliente passou a madrugada no local fazendo sexo com mulheres e ingerindo bebidas alcoólicas. Na hora de pagar a conta, ele informou que não conseguiria pagar. Em seguida, ele deixou o carro na casa de prostituição, foi embora e voltou acompanhado da mãe. A mulher tentou negociar o valor da conta com a dona da casa de prostituição, mas não conseguiu.

A mãe do rapaz então pensou em deixar o veículo dele lá como garantia, mas logo se lembrou que o carro era alugado e podia ser apreendido. Foi aí que a Polícia Militar foi chamada.

O delegado de plantão entendeu que o problema deveria ser resolvido entre mãe e filho e a dona do estabelecimento. Com isso, não foi registrado boletim de ocorrência e todos foram liberados.

Últimas notícias