SP faz reclassificação de regiões em plano de lockdown contra Covid-19

Plano coloca Presidente Prudente e Sorocaba na fase laranja. Mudança ocorre após queda no número de internações pelo novo coronavírus

atualizado 05/02/2021 18:15

O governador João Doria (PSDB) e o secretário Estadual de Saúde Jean Gorinchteyn apresentam respiradores para doação para o estado de Amazonas contra o coronavírus.Fábio Vieira/Metrópoles

São Paulo – O governo de São Paulo anunciou, nesta sexta-feira (29/1), a reclassificação de algumas regiões no plano de quarentena do estado. A partir da próxima segunda (1º/2), Presidente Prudente e Sorocaba passam da fase vermelha, a mais restritiva, para a laranja – ambas previstas no Plano São Paulo.

Por outro lado, Ribeirão Preto recua para a etapa vermelha, com restrição total a comércios e serviços não essenciais.

Com a nova reclassificação, 82% da população do estado se encontra na fase laranja. Outros 18% estão na etapa vermelha.

Segundo o governo do estado, a reclassificação ocorre após decréscimo nos indicadores de internações e óbitos decorrentes da doença causada pelo novo coronavírus nas últimas duas semanas. A média estadual de ocupação de leitos de UTI por pacientes graves de Covid-19 teve uma leve queda, de 71,1% para 69,9%, com 19,5 vagas a cada 100 mil habitantes.

O secretário estadual da Saúde, Jean Gorinchteyn (foto em destaque), afirmou que, em relação à semana anterior, houve recuo de 1% no número de mortes e 9% em internações.

“Nesta semana, tivemos uma queda nos índices, que se deve ao esforço que a população fez e dos comerciantes e vários setores de serviços, que também colaboraram (…). Medidas sanitárias ajudam e colaboram para que possamos salvar vidas”, disse.

0

O estado registrou, entretanto, aumento de 2% no número de novos casos. “Isso mostra necessidade ainda de medidas bastante austeras para o controle da pandemia”, destacou o secretário.

Continuam em vigor, no entanto, as regras anunciadas na última semana. Assim, todas as cidades paulistas ficam na fase vermelha em dias úteis, das 20h às 6h, e em período integral aos finais de semana e feriados estaduais ou nacionais. Em Barretos, Bauru, Franca, Marília, Ribeirão Preto e Taubaté, as restrições da fase vermelha valem durante todos os dias.

As medidas vão vigorar até 7 de fevereiro. Até lá, nenhuma região poderá avançar às fases amarela e verde, as mais flexíveis em relação ao atendimento presencial.

Últimas notícias