De olho no Censo, governo remaneja servidores de 11 órgãos para IBGE

As portarias que mudam os locais de trabalho dos servidores foram publicadas no Diário Oficial da União (DOU) nesta quarta-feira

Daniel Ferreira/MetrópolesDaniel Ferreira/Metrópoles

atualizado 25/09/2019 13:03

O Ministério da Economia autorizou o remanejamento de servidores públicos de 11 órgãos para o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que se organiza para realizar o Censo Demográfico 2020. Entre as autarquias afetadas estão universidades, institutos federais e hospitais.

As portarias que mudam os locais de trabalho dos servidores foram publicadas no Diário Oficial da União (DOU) nesta quarta-feira (25/09/2019). Os documentos foram assinados pelo secretário de Gestão e Desempenho de Pessoal do Ministério da Economia, Wagner Lenhart.

Autarquias como a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o Ministério da Saúde e o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) estão entre os que perderam funcionários. Além desses, o Hospital Federal Cardoso Fontes, no Rio de Janeiro, também teve baixas.

A lista conta ainda com o Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS), a Universidade Federal da Paraíba, o Instituto Federal do Paraná, o Instituto Federal do Norte de Minas Gerais, a Universidade Federal do Piauí, a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e o Instituto Federal de Pernambuco.

Ao todo, 11 servidores foram remanejados, sendo a maioria ligados à administração (8). Um técnico em assuntos educacionais, um pesquisador tecnologista, uma técnica de laboratório também foram remanejados.

Wagner Lenhart determina que o  retorno dos servidores às entidades de origem poderá ocorrer a qualquer tempo, por decisão do Ministério da Economia.

“Cabe ao Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística assegurar-se de que o(a) servidor(a) ora colocada à sua disposição, não exercerá atividades que não correspondam às suas atribuições na entidade de origem, de forma a não ocorrer desvio de função“, destaca a redação das portarias.

Edital
Nesta quarta-feira, o IBGE publicou um novo edital do Censo 2020 com 2.658 vagas de nível médio. São 1.343 para Coordenador Censitário Subárea (CCS) e 1.315 para Agente Censitário Operacional (ACO), distribuídas pelas 27 unidades da federação.

As inscrições estarão abertas de 25 de setembro a 15 de outubro de 2019 e serão feitas pela internet, nesse link. As provas estão previstas para 8 de dezembro e serão realizadas em 1.031 municípios.

O instituto deve contratar até o ano que vem 234.416 temporários para participarem do Censo Demográfico 2020. De acordo com a assessoria de imprensa do órgão, todos os editais devem ser publicados até maio de 2020.

Últimas notícias