Sem Lula, presidenciáveis participam de debate no SBT neste sábado

Evento começa às 18h15. Debate é promovido por pool que inclui Estadão/Rádio Eldorado, CNN, Terra, Veja e Rádio Nova Brasil

atualizado 24/09/2022 2:47

candidatos focam em propostas na estreia do horário eleitoral na TV Stevica Mrdja / EyeEm/Getty

Os candidatos à Presidência da República reúnem-se, neste sábado (24/9), a partir das 18h15 (horário de Brasília), para um debate no SBT. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), líder nas pesquisas eleitorais, decidiu não participar do evento. Jair Bolsonaro (PL), mandatário do país e principal adversário do petista, confirmou presença.

O debate é uma parceria entre o SBT e o pool de veículos formado por Estadão/Rádio Eldorado, CNN, Terra, Veja e Rádio Nova Brasil. Os participantes são definidos com base no número mínimo de deputados federais (cinco) eleitos pelos partidos.

Veja os candidatos convidados:

Não haverá plateia, e o número de assessores será limitado. Os candidatos ficarão, da esquerda para direita, posicionados assim: Felipe D’Avila, Soraya Thronicke, Simone Tebet, Bolsonaro, Ciro Gomes e Padre Kelmon. O jornalista Carlos Nascimento conduzirá o debate.

Quanto à ordem das perguntas, Simone Tebet será a primeira e escolherá quem responderá. O segundo, Jair Bolsonaro; o terceiro, Ciro Gomes; a quarta, Soraya Thronicke; o quinto, Padre Kelmon; e o sexto, Felipe D’Avila. O sorteio foi realizado virtualmente na segunda-feira (19/9).

O debate será dividido em quatro blocos, com duração total de cerca de duas horas. A previsão de término é às 20h15. Os candidatos se enfrentarão diretamente em dois dos quatro blocos. Nos demais, responderão aos profissionais que compõem o pool.

A TV Globo também realizará, três dias antes da eleição, no dia 29 de setembro, próxima quinta-feira, outro debate entre os candidatos que almejam ocupar o Palácio do Planalto. Os presidenciáveis ainda devem confirmar se comparecerão.

Cenário

Às vésperas do debate, na quinta-feira (22/9), nova rodada da pesquisa Datafolha revelou que a diferença entre os dois melhores colocados nas consultas eleitorais, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Jair Bolsonaro (PL), aumentou de 12 para 14 pontos.

Na sondagem, Lula figurou com 47% das intenções de voto no primeiro turno das eleições, contra 33% de Bolsonaro. No último levantamento, divulgado em 15 de setembro, o petista aparecia com 45%, enquanto o atual presidente tinha 33%.

Veja os resultados da pesquisa estimulada para o 1° turno:

  • Lula (PT): 47% (45% no Datafolha anterior, de 15 de setembro)
  • Jair Bolsonaro (PL): 33% (33% na pesquisa anterior)
  • Ciro Gomes (PDT): 7% (8% na pesquisa anterior)
  • Simone Tebet (MDB): 5% (5% na pesquisa anterior)
  • Soraya Thronicke (União Brasil): 1% (2% na pesquisa anterior)
  • Felipe d’Avila (NOVO): 0% (0% na pesquisa anterior)
  • Sofia Manzano (PCB): 0% (0% na pesquisa anterior)
  • Vera (PSTU): 0% (0% na pesquisa anterior)
  • Léo Péricles (UP): 0% (0% na pesquisa anterior)
  • Constituinte Eymael (DC): 0% (0% na pesquisa anterior)
  • Padre Kelmon (PTB): 0% (0% na pesquisa anterior)
  • Em branco/nulo/nenhum: 4% (4% na pesquisa anterior)
  • Não sabe: 2% (2% na pesquisa anterior)

Felipe d’Avila (Novo), Vera (PSTU), Sofia Manzano (PCB), Constituinte Eymael (DC), Léo Péricles (UP) e Padre Kelmon (PTB) foram citados, mas não atingiram 1% das intenções de voto.

O Datafolha ouviu 6.754 pessoas, entre 20 e 22 de setembro, em 343 cidades brasileiras. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. O levantamento está registrado no TSE com o número BR-04180/2022

Mais lidas
Últimas notícias