Seguro-desemprego é corrigido. Veja como calcular

O valor máximo das parcelas passou a ser de R$ 1.813,03 invariavelmente. A quantia está valendo desde a última semana

atualizado 16/01/2020 18:37

Rafaela Felicciano/Metrópoles

O seguro-desemprego aumentou. O valor máximo das parcelas passou a ser de R$ 1.813,03. A quantia está valendo desde a divulgação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), último sábado (11/01/2020), e ficou em 4,48%.

O benefício máximo aumentou em R$ 77,74 em relação ao valor antigo (R$ 1.735,29) e será pago aos trabalhadores com salário médio acima de R$ 2.666,29.

A quantia em questão vale para os benefícios que ainda serão requeridos e também para os que já foram liberados, nesse caso, corrigindo as parcelas de acordo com o reajuste.

O valor recebido pelo trabalhador demitido depende da média salarial dos três meses anteriores à demissão. A parcela não pode ser inferior ao salário mínimo vigente (R$ 1.039)

Como Calcular 

Últimas notícias