SC tem 261 pessoas esperando leitos: “Muitos morrerão na fila”, diz MP

Fernando Comin ,procurador do MPSC, adverte que ideal é agir em duas grandes frentes, porque só a vacinação não salvará vidas neste momento

atualizado 02/03/2021 14:55

Joice Kroetz/Divulgação Assessoria de Imprensa HRTGB

Após a reunião de segunda-feira (1º/3) com o governo do Estado e com integrantes de outros órgãos de controle, o procurador-geral do MPSC (Ministério Público de Santa Catarina), Fernando Comin, lamentou a situação crítica da pandemia da Covid-19 em Santa Catarina e nos outros estados.

Segundo o procurador, os órgãos de controle defendem medidas mais restritivas, fundamentadas em laudos médicos, mas resolveram aguardar e monitorar o crescimento do número de casos e o comportamento do sistema de saúde.

Leia mais em ND+, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias