Saúde admite interesse na Sputnik V, mas só após autorização da Anvisa

Intenções de adquirir imunizante foram reiteradas em ofício enviado em 20 de janeiro pelo secretário-executivo do ministério, Antônio Élcio

atualizado 02/02/2021 10:54

Vacina Sputnik VHugo Barreto/Metrópoles

O Ministério da Saúde informou ao Fundo de Desenvolvimento da Rússia e ao laboratório brasileiro União Química ter “grande interesse” na compra da vacina contra Covid-19 Sputnik V, caso ela tenha uso autorizado no país pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

As intenções de adquirir o imunizante foram reiteradas em ofício enviado em 20 de janeiro pelo secretário-executivo do ministério, Antônio Élcio Franco Filho.

O documento, no entanto, foi apensado apenas nesta segunda-feira (1°/1) ao processo que o governo baiano move contra a Anvisa no Supremo Tribunal Federal (STF) pela liberação da vacina.

Leia mais em Bahia Notícias, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias