“Saiu vermelhinho”, diz mãe sobre garoto preso no guarda-volumes em SP

Gêmeos de quatro anos brincavam quando um deles ficou trancado em armário de agência bancária em Holambra, no interior de São Paulo

atualizado 31/05/2022 9:24

criança presa guarda volume armario holambra sao pauloGCM Holambra (SP)

São Paulo – A mãe do menino que ficou preso no sábado (28/5) em um guarda-volumes de um banco de Holambra, no interior de São Paulo, contou que os filhos gêmeos de quatro anos brincavam no local quando um deles falou “mamãe, a porta trancou”.

A mulher de 36 anos relatou que o garoto ficou calmo e curioso durante o incidente, perguntando quantos policiais estavam na agência. “Saiu vermelhinho, com muito calor, suadinho, um pouco assustado, porém super bem”, contou a mãe ao G1.

A Polícia Militar e a Guarda Civil Metropolitana tiveram que atuar no resgate que durou 45 minutos. Os agentes usaram um pé-de-cabra e uma enxada para abrir o armário de metal.

A criança chegou a reclamar que o guarda-volumes estava quente e que estava com dificuldades para respirar. “Comecei a chorar, desesperada, mas não podia mostrar para ele. Então também tentei acalmá-lo”, afirmou a mulher ao G1.

Bagunceiros

A mãe contou que os gêmeos costumam fazer “artes” e chegam a pular o portão para irem ao vizinho, mas que esse foi o episódio mais preocupante que protagonizaram até hoje.

“Ao ponto de ter que chamar polícia para socorro, uma coisa grave, não. Foi a primeira vez, fora isso é arte de criança, que tem que ficar toda hora no pé para não fazerem bagunça”, contou a mulher.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

Mais lidas
Últimas notícias