Saiba como sua montadora preferida ajuda no combate à Covid-19

Fabricantes de carros tentam amenizar os efeitos da pandemia: algumas consertam ventiladores pulmonares, outras doam máscaras e ambulâncias

atualizado 06/04/2020 20:52

O coronavírus veio, foi ficando, mudou a forma de relacionamento social, fechou fábricas, causou desemprego… Porém, e felizmente, despertou solidariedade. No caso específico dos fabricantes/montadores de veículos, boa parte das empresas age para reduzir os efeitos da pandemia. 

A General Motors, dona da Chevrolet, já recebeu 91 respiradores pulmonares para conserto – e deixou funcionando, até esta segunda-feira (06/04), pelo menos 37 deles. Na semana que vem, começa a devolvê-los aos hospitais. Os 65 empregados envolvidos na ação são voluntários – não ganharão um Real a mais no contracheque.

Em todo o país, serão consertados pela GM e outras montadoras ao menos 3 mil respiradores, em parceria com o Senai. A Renault cedeu impressora 3D para produzir máscaras hospitalares. A CNH, fabricante de tratores, doou máscaras e óculos de segurança e emprestou geradores de energia.  


Boas ações por aí

PSA
O grupo francês, dono de marcas como a Peugeot e Citroën, está fabricando máscaras hospitalares em impressoras 3D na fábrica de Porto Real/RJ.

Volkswagen
A marca alemã doou 2 mil máscaras de proteção facial para as quatro cidades onde mantém operações: São Bernardo do Campo, Taubaté e São Carlos, no estado de São Paulo, e São José dos Pinhais, no Paraná.

Também emprestou 100 veículos para as prefeituras das quatro cidades acima para apoiar o deslocamento de equipes médicas, medicamentos e equipamentos de saúde; 3 – vai oferecer, até o dia 31 de junho, serviços de reparo gratuito em suas concessionárias para veículos da marca da Secretaria da Saúde de São Paulo e a do Paraná.

Volvo
Dedica-se a apoiar a produção de máscaras em impressora 3D em Curitiba, no Paraná.

Renault
Uso de impressora 3D para produzir máscaras hospitalares 24 horas por dia, que serão doadas para a Secretaria de Saúde de São José dos Pinhais, no Paraná. Também emprestou 10 veículos à Coordenadoria da Defesa Civil do Paraná para transporte de donativos, insumos e atendimento. 

Ford
Também se uniu ao Senai para fazer a manutenção de respiradores. Além de garantir a produção de, pelo menos, 50 mil protetores faciais feitos com lâmina de acetato.

Toyota
Além do trabalho conjunto com o Senai, doou 4 ambulâncias Hilux adaptadas e 3 mil frascos de álcool em gel.

Honda
Fez parceria técnica para o desenvolvimento de protótipos de respiradores com o governo do Amazonas e a Universidade do Amazonas.

Jaguar/Land Rover, Scania
Alinharam-se ao trabalho com o Senai para manutenção de respiradores.

CNH Industrial
A multinacional Italiana fabricante de tratores, escavadeiras e colheitadeiras doou máscaras e óculos de segurança e emprestou geradores de energia.

Baterias Moura
O grupo pernambucano fabricante de baterias automotivas prometeu produzir e doar 100 mil máscaras. A máscara terá duas camadas de tecido e um filtro de lã, semelhante ao modelo usado na China, e foi desenvolvida por engenheiros da empresa. Não são indicadas para uso hospitalar e de profissionais de saúde.

 

Últimas notícias