RJ: Prefeitura libera eventos para até 500 pessoas em lugares abertos

Novo decreto do prefeito Eduardo Paes mantém boates e salões de dança proibidos até que 65% da população esteja vacinada

atualizado 17/09/2021 8:45

O prefeito Eduardo Paes e o secretário de Saúde, Daniel Soranz, durante a divulgação do Boletim Epidemiológico do Município do RioDivulgação/Prefeitura do Rio

Rio de Janeiro – A Prefeitura do RJ começará a permitir eventos em locais abertos com até 500 pessoas. Nesta sexta-feira (17/9), o prefeito Eduardo Paes (PSD) publicou um novo decreto com as novas medidas restritivas na cidade, com mudança em alguns setores. A partir da próxima terça-feira (21/9), estarão permitidos eventos em locais abertos no Rio de Janeiro.

O novo decreto também autoriza a realização de competições com a presença de público em estádios e ginásios. No entanto, é obrigatório ter um plano vacinal completo. Além disso, os locais só poderão liberar até 50% da sua capacidade.

0

O plano vacinal estipulado tem que obedecer dois fatores: as pessoas acima de 60 anos só podem entrar após 14 dias da dose de reforço; já o público de 15 a 59 anos  somente após 14 dias da segunda dose da vacina.

Apesar de algumas liberações, as boates e salões de dança continuam proibidos de funcionar até que 65% da população esteja com a vacinação completa.

Passaporte da vacina

Desde a última quarta-feira (15/9), o “passaporte da vacina” foi implementado pela prefeitura do RJ. Pelo decreto da prefeitura, é obrigatória a apresentação de comprovante de vacinação em academias, piscinas, centros de treinamento e clubes.

O mesmo documento será exigido em vilas olímpicas, estádios e ginásios; cinemas, teatros, sala de concerto, circos, salões de jogos e de recreação infantil.

Também é necessário a comprovação de vacina em pontos turísticos, museus, exposições de arte, aquários, parques e drive-in; além de conferências, convenções e feiras comerciais.

Mais lidas
Últimas notícias