Rio de Paz promove protesto contra 300 mil mortes por Covid-19 no país

Pelo menos 30 camas com travesseiros foram colocados em frente ao hospital municipal Ronaldo Gazolla para simbolizar a falta de leitos

atualizado 24/03/2021 19:28

ONG Rio de Paz promove protesto contra 300 mil mortes por Covid-19Foto: Aline Massuca/Metrópoles

Rio de Janeiro – A ONG Rio de Paz promoveu um protesto contra as 300 mil mortes por Covid-19 no país na porta do hospital municipal Ronaldo Gazolla, em Acari, zona norte do Rio de Janeiro, nesta quarta-feira (24/3). Para simbolizar a falta de leitos nas unidades, foram colocadas 30 macas com travesseiros e flores. Os manifestantes também levaram faixas com a palavra vergonha escrita em português, inglês, francês e espanhol.

“Não fizemos o protesto em Copacabana, como de costume, por causa da proibição de frequentar a praia. As flores em cima das macas simbolizam as pessoas que um dia lutaram por suas vidas no hospital, agonizaram e não estão mais aqui para a tristeza de médicos e de seus familiares”, afirmou Antonio Carlos Costa, fundador do Rio de Paz.

No estado do Rio há 18 cidades com mais de ocupação dos leitos de UTI na rede do Sistema Único de Saúde (SUS), segundo a Secretaria Estadual de Saúde.

Estado e municípios aumentaram o número restrições com feriadão para evitar aglomerações e tentar impedir o avanço do vírus.

0

Últimas notícias