Queiroga ataca Doria após vacinação de criança: “Fazendo palanque”

"Acha que vai sair dos 3%. Desista!", escreveu o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, nas redes sociais, em ataque ao governador de SP

atualizado 14/01/2022 15:41

Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, assina portaria para fortalecimento da terapia renal substitutiva no Sistema Único de Saúde (SUS) 2Rafaela Felicciano/Metrópoles

Após o estado de São Paulo aplicar a primeira dose pediátrica de vacina contra a Covid-19, na tarde desta sexta-feira (14/1), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, acusou o governador João Doria (PSDB) de “fazer palanque”.

No Twitter, Queiroga afirmou que Doria “subestima a população”. “Está com as vacinas do governo federal e do povo brasileiro em mãos fazendo palanque. Acha que isso vai tirá-lo dos 3%. Desista!”, escreveu o ministro.

“Seu marketing não vai mudar a face da sua gestão. Os paulistas merecem alguém melhor”, continuou o cardiologista.

Queiroga também afirmou que as vacinais infantis chegaram ao Brasil “em tempo recorde”, e que o governo federal atuou para que o cronograma de chegada das vacinas fosse o “melhor possível”.

“As vacinas pediátricas chegaram ao Brasil em tempo recorde! Logo após autorização da agência reguladora a farmacêutica começou a produzir as doses e garantiu que esse era o melhor cronograma possível. O @minsaude garante que todos os pais que quiserem vacinar terão vacinas”, concluiu.

Veja a publicação de Marcelo Queiroga no Twitter:

Vacinação em São Paulo

Aos 8 anos, Davi Seremramiwe, um indígena da etnia Xavante com deficiência motora, foi a primeira criança a ser imunizada contra a Covid-19 no Brasil.

A vacinação ocorreu em São Paulo, em evento simbólico realizado nesta sexta-feira (14/1) pelo governo de São Paulo, no Centro de Convenções Rebouças, zona oeste da capital.

O pai de Davi, cacique Jurandir Seremramiwe, participou da cerimônia por videoconferência. “Estou muito feliz de ver ele tomar a primeira dose, como um exemplo para a criançada de 5 a 11 anos. Que o resto do Brasil possa fazer esta campanha para que amanhã tenhamos alegria, sorriso e saúde em primeiro lugar. Vacina é importante. E que nós tenhamos toda a criançada 100% vacinada”, disse.

Também foram vacinadas mais sete crianças com comorbidades. O governador João Doria (PSDB) afirmou que “este é um dia histórico para o estado e para o país”.

Veja como foi a aplicação da primeira vacina infantil contra Covid no Brasil:

0

Mais lidas
Últimas notícias