Professor primo de Bolsonaro morre de Covid-19 em Florianópolis

Álvaro Alberto de Araújo tinha 52 anos e estava internado desde o dia 9 de abril na capital catarinense

atualizado 10/05/2021 17:55

Primo BolsonaroArquivo pessoal

O professor Álvaro Alberto de Araújo, de 52 anos, primo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), morreu em Florianópolis (SC) vítima da Covid-19. A morte ocorreu na última quinta-feira (6/5), após quase um mês de internação na capital catarinense.

Álvaro morava em Aracaju (SE), mas foi para Florianópolis no início de abril encontrar o namorado, Rafael Nunes Carvalho. O reencontro dos dois virou notícia, quando o professor foi recepcionado no desembarque do Aeroporto Hercílio Luz com um buquê de flores.

Dias após a chegada em SC, Álvaro começou a apresentar sintomas de Covid-19 e foi internado no dia 9 de abril. Depois de alguns dias, ele precisou ser intubado e estava em estado grave, até morrer na última quinta-feira.

Confira a matéria completa no NSC Total, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias