Preso suspeito de matar cadeirante após briga com taco de sinuca em GO

Em briga de bar, cadeirante deu golpe de taco de sinuca na cabeça de homem; este reagiu e espancou deficiente; depois o teria matado a tiros

atualizado 07/12/2021 11:55

Cadeirante morto tiros anapolis goiasGIH

Goiânia – Um homem de 35 anos, que não teve a identidade revelada, foi preso pelo Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Anápolis, a 60 km da capital goiana, pela suspeita de ter assassinado um cadeirante. O fato teria ocorrido em novembro deste ano, após uma briga de bar na cidade.

Segundo as investigações, o cadeirante Flávio José Custódio, de 36 anos, foi assassinado a tiros na noite de 5 de novembro, no setor Terezinha Braga, em Anápolis. A prisão ocorreu na manhã desta terça-feira (7/12).

0

Veja o vídeo

Tacada

Tudo teria começado por causa de uma briga em um bar entre o suspeito e o cadeirante. Flávio teria agredido o homem de 35 anos com um taco de sinuca na cabeça.

Na sequência, o suspeito teria agredido o cadeirante com vários socos e pontapés. Ele chegou a ser derrubado da cadeira de rodas no chão. Uma câmera de vigilância flagrou a agressão.

Depois de ter sido espancado, Flávio foi dirigindo até sua casa, mas quando estava na frente da garagem de sua residência, foi alcançado pelo suspeito de moto, que matou o cadeirante com disparos de arma de fogo.

De acordo com o GIH, o suspeito confessou o crime no momento em que foi preso. Ele foi preso de forma temporária, após pedido da polícia e determinação do judiciário. Flávio José nasceu em Niquelândia (GO) e vivia em Anápolis.

Mais lidas
Últimas notícias