Prefeitura de João Pessoa proíbe celular em hospitais após vídeos de barata

Ação acontece dias depois que flagrantes como baratas, portas quebradas e até pias com defeito serem compartilhados nas redes sociais

atualizado 02/09/2020 16:00

A prefeitura de João Pessoa, Paraíba, determinou a proibição da entrada de aparelhos celulares e equipamentos similares em unidades de saúde da capital. A ação acontece alguns dias depois em que flagrantes como baratas, portas quebradas e até pias com defeito serem compartilhados nas redes sociais pelos pacientes do Complexo Hospitalar de Mangabeira Tarcísio de Miranda Burity, o Trauminha, localizado na Zona Sul da cidade.

O estado de má conservação acarretou em uma vistoria Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB) na última sexta-feira (28/8). Após avaliação, o CRM interditou eticamente a unidade. Os médicos lotados na unidade também foram orientados a não trabalhar por conta das condições precárias no hospital.

Leia mais em Portal T5, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias