metropoles.com

Posse de Lula é a última a ser realizada dia 1º. Saiba o motivo

Mudança na Constituição prevê posse presidencial em 5 de janeiro a partir de 2026. Data atual dificulta presença de autoridades e do povo

atualizado

Compartilhar notícia

Fábio Vieira/Metrópoles
Foto colorida de lula discursando em frente a uma bandeira do Brasil
1 de 1 Foto colorida de lula discursando em frente a uma bandeira do Brasil - Foto: Fábio Vieira/Metrópoles

A posse presidencial de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), neste domingo (1º/1), será a última a acontecer no primeiro dia do ano. Uma emenda constitucional aprovada em setembro prevê mudanças nas datas das posses de chefes do executivo e parlamentares.

O objetivo é facilitar a presença da população e de autoridades. A posse durante o Réveillon dificulta essa participação.

A partir de 2026, a posse dos presidentes e vices será no dia 5 de janeiro. Já a de governadores e vices será no dia seguinte, em 6 de janeiro.

Já deputados e senadores vão assumir seus mandatos a partir de 1º de fevereiro.

Os prefeitos e vices continuam a ser empossados no primeiro dia do ano. A data de 1º de janeiro para a posse foi definida pela Constituição de 1988. A data anterior era 15 de março.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comNotícias Gerais

Você quer ficar por dentro das notícias mais importantes e receber notificações em tempo real?

Notificações