Zema diz que Bolsonaro menosprezou “inimigo tão perigoso” e faz alerta

Afirmação foi feita em entrevista coletiva realizada hoje (8/4), em que a escassez de sedativos para pacientes intubados também foi destaque

atualizado 08/04/2021 16:55

Gil Leonardi/Imprensa MG

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), criticou a postura adotada pelo governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) durante a pandemia do novo coronavírus.

Para o político mineiro, o Palácio do Planalto menosprezou um “inimigo tão perigoso”. A afirmação foi feita em entrevista coletiva realizada hoje (8/4), em que a escassez de sedativos para pacientes intubados também foi destaque.

Leia mais em BHAZ, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias