Votação da Previdência tem confusão e bate-boca na Alesp. Vídeo

A Tropa de Choque da Polícia Militar foi acionada para conter os manifestantes. Os servidores reclamaram das mudanças propostas por Dória

atualizado 03/03/2020 15:07

Reprodução

Durante a votação da reforma da Previdência de São Paulo, servidores entraram em confronto com a Tropa de Choque da Polícia Militar (PM) após tentarem invadir o plenário da Assembleia Legislativa do estado (Alesp), nesta terça-feira (03/03). Na ocasião, teve quebra-quebra e confusão.

Os funcionários públicos protestaram contra as mudanças propostas pela gestão de João Doria (PSDB). Eles ocuparam o corredor que dá acesso à entrada para a galeria do plenário, onde o público acompanha as sessões. Os servidores gritavam contra os policiais: “Invade” e “abre”.

A tropa tentou dispersar os manifestantes usando spray de pimenta, mas um grupo entrou em confronto com os policiais, causando uma confusão generalizada. Biombos, hidrantes e cadeiras foram quebradas. Mais cedo, uma porta já havia sido danificada pelos manifestantes.

​Deputados da oposição pediram a suspensão da sessão após a confusão na Casa.

Veja vídeo:

Últimas notícias