“Tô apaixonado por ele”, brinca Bolsonaro ao elogiar Ibaneis

Governador do DF participou da coletiva diária feita pelos ministros onde são apresentadas medidas para reduzir impactos do coronavírus

atualizado 22/04/2020 21:57

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) elogiou, nesta quarta-feira (22/04), o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), e disse estar “apaixonado por ele”.

Durante a tarde, o governador participou da coletiva diária realizada no Palácio do Planalto, quando são apresentadas medidas adotadas pelo governo federal para reduzir os impactos da pandemia do coronavírus. Ao lado do primeiro escalão de Bolsonaro, o emedebista falou sobre como tem conduzido o DF na crise.

Ibaneis foi o primeiro governador a participar de uma coletiva ministerial. “Sugeri que ele participasse da coletiva, ele se saiu muito bem. Tô apaixonado por ele”, brincou Bolsonaro ao chegar ao Palácio da Alvorada, no início da noite.

Esta foi a segunda vez que Ibaneis esteve no Planalto nesta semana. Na segunda-feira (20/04), atendeu convite do presidente Jair Bolsonaro, quando conversaram sobre a possibilidade de reabertura das escolas cívico-militares no DF.

Bolsonaro ficou interessado no modelo adotado pelo governo do DF, que prevê a partir de maio o retorno gradual das atividades comerciais. Ele perguntou ao governador Ibaneis sobre o controle da curva de crescimento da doença no território brasiliense e os protocolos adotados na capital do país.

Ibaneis explicou que o DF agiu de forma rápida, adotando medidas semelhantes às de outros países que conseguiram controlar a pandemia, mantendo o número de casos sob controle. Entre as ações tomadas, estão o fechamento das escolas e do comércio, além do incentivo ao distanciamento social e do início da testagem em massa.

Mas a boa relação entre Ibaneis e Bolsonaro é recente. No início da crise causada pelo novo coronavírus, Ibaneis chegou a ser alvo de críticas do presidente, juntamente com outros govenadores, pelas medidas de isolamento e fechamento do comércio e das escolas que foram adotadas.

Últimas notícias