Temer decide exonerar presidente da Funai a pedido de ruralistas

Ministério da Justiça, ao qual Funai é vinculada, teria tentado segurar Franklimberg Ribeiro de Freitas, mas venceu a pressão da bancada

atualizado 18/04/2018 0:33

Assembleia Legislativa do Amazonas/Divulgação

Às vésperas do Dia do Índio (19 de abril), a chamada “bancada do boi”, representante do agronegócio no Congresso Nacional, é quem tem a comemorar. O presidente Michel Temer teria acolhido pedido apresentado pela bancada ruralista – nome oficial do grupo de parlamentares do setor – e decidiu exonerar o presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai), o general do Exército Franklimberg Ribeiro de Freitas. A informação é do jornal O Estado de São Paulo.

Segundo a publicação, Franklimberg já teria sido comunicado da exoneração pelo Planalto e deverá deixar o cargo até a próxima segunda-feira (23/4). Ainda de acordo com o Estadão, a mudança na Funai ocorre após Michel Temer receber formalmente, de parlamentares da bancada ruralista, pedido para o presidente da Funai ser exonerado.

Cerca de 40 deputados e senadores teriam assinado o documento, apresentado ao presidente pelo deputado ruralista Alceu Moreira (MDB-RS). O argumento: o atual presidente da Funai não tem colaborado com o setor. De acordo com o texto do Estadão, Franklimberg despachava normalmente em seu gabinete nesta terça (17) e teria ficado surpreso ao saber que estava de saída da repartição.

Conforme apuração do jornal, o Ministério da Justiça, ao qual a Funai é vinculada, ainda teria tentado, sem sucesso, manter o atual dirigente da fundação no cargo. Mas a pressão da “bancada do boi” prevaleceu. Nem Franklimberg Ribeiro de Freitas nem a Funai quiseram, oficialmente, comentar o caso.

O nome do próximo presidente da entidade ainda não foi divulgado, mas o mais cotado para o posto seria o atual diretor da Funai Francisco Nunes, “que nutriria maior simpatia pelos ruralistas”, conforme apontou o jornal em seu site. O certo até agora: o sucessor do general assumirá a cadeira sob pressão. Entre os próximos dias 23 e 27, em celebração ao Dia do Índio, será realizado em Brasília o Acampamento Terra Livre, considerado o maior encontro indígena do Brasil, devendo reunir cerca de 5 mil participantes de todo o país.

Últimas notícias