PSol protocola pedido para impeachment de Ernesto Araújo na PGR

Dez deputados da sigla protocolaram a representação na Procuradoria-Geral da República pedindo impeachment do chefe do Itamaraty

atualizado 27/03/2021 10:20

Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

A bancada do Partido Socialismo e Liberdade (Psol), por meio de 10 deputados e deputadas, entrou com representação na Procuradoria-Geral da República contra o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, pelo “cometimento de crimes de responsabilidade puníveis com impeachment”.

Protocolada na sexta-feira (26/3), a representação foi assinada por Talíria Petrone (PSol/RJ), Vivi Reis (PSol/PA), Áurea Carolina (PSol/MG), Ivan Valente (PSol/SP), David Miranda (PSol/RJ), Glauber Braga (PSol/RJ), Fernanda Melchionna (PSol/RS), Luiza Erundina (PSol/SP), Marcelo Freixo (PSol/RJ) e Sâmia Bomfim (PSol/SP).

O documento se baseia nos artigos 127 e 129 da Constituição Federal, e no artigo 46, III, da Lei Complementar nº 75, de 1993, e na Lei nº 1079/50, para o pedido de impeachment de Araújo.

“Pelo cometimento de crimes de responsabilidade puníveis com impeachment, em razão de indícios consistentes de atos ilegais e inconstitucionais praticados pelo Exmo. Ministro das Relações Exteriores do Brasil, Sr. Ernesto Henrique Fraga Araújo, ante as razões de fato e direito adiante expostas”, diz a representação.
Veja o documento na integra:

Representação do PSol à PGR pelo impeachment de Ernesto Araújo by Metropoles on Scribd

Ivan Valente, um dos assinantes do pedido, justificou em um tuíte que o chanceler ataca esforços de cooperação internacional para compra e produção de vacinas contra a Covid-19. E isso conduziria, segundo ele, de “forma proposital, ideológica e criminosa o país para o total isolamento”.

Veja o post:

Últimas notícias