Pernambuco veta jogos da Copa América; Bahia só aceita sem público

A Conmebol anunciou o Brasil como sede do evento esportivo, após desistência de Argentina e Colômbia

atualizado 31/05/2021 16:41

Após a Conmebol anunciar o Brasil como país-sede da Copa América 2021, o governo de Pernambuco destacou, em nota, que, nas últimas semanas, foi identificada uma nova aceleração dos casos de Covid-19, o que motivou novas medidas restritivas em regiões do estado. Com isso, o governo pernambucano negou a possibilidade de sediar os jogos da competição sul-americana de seleções.

“Apesar de ainda não ter sido procurado oficialmente pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o governo do Estado reforça que o atual cenário epidemiológico não permite a realização de evento do porte da Copa América no território de Pernambuco”, diz.

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), disse que não haverá flexibilização das regras sanitárias no estado para a realização dos jogos.

A Conmebol anunciou, na manhã desta segunda-feira, o Brasil como sede, após a desistência da Argentina por causa da situação da pandemia da Covid-19 e da Colômbia, em virtude da instabilidade política.

Últimas notícias