No Twitter, Bolsonaro alfineta Renan: “Tem moral para prender alguém?”

Nesta quarta (12/5), o relator da CPI da Covid, Renan Calheiros, disse que pediria a prisão de Fabio Wajngarten

atualizado 12/05/2021 21:23

Presidente Jair BolsonaroIgo Estrela/Metrópoles

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) provocou, nesta quarta-feira (12/5), o senador Renan Calheiros (MDB-AL), relator da CPI da Covid, que investiga ações e omissões do governo federal durante a pandemia do coronavírus.

Durante sessão, nesta quarta, o senador disse que pediria a prisão do ex-secretário de Comunicação do governo Fabio Wajngarten — convocado na condição de testemunha — por mentir. Mais tarde, o presidente da CPI, Omar Aziz (PSD-AM) negou o pedido.

A fala do relator da comissão gerou um bate boca entre parlamentares. O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), filho do presidente, chegou a chamar Renan Calheiros de “vagabundo” (leia mais abaixo).

Nas redes sociais, Bolsonaro escreveu: “Com mais de 10 inquéritos no STF [Supremo Tribunal Federal], Renan tem moral para querer prender alguém?”.

A publicação do presidente é acompanhada de um vídeo do senador Flávio Bolsonaro, que não é integrante da CPI, mas marcou presença na comissão para criticar Calheiros.

Briga na CPI

O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos -RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro, chamou, nesta quarta-feira (12/5), o relator da CPI da CovidRenan Calheiros (MDB-AL), de “vagabundo”.

O emedebista devolveu: “Vagabundo é o senhor, que roubou dinheiro do pessoal do seu gabinete”, numa referência ao suposto esquema das rachadinhas.

A confusão ocorreu durante o depoimento do ex-secretário de Comunicação Fabio WajngartenRenan havia pedido a prisão de Wajngarten, e o presidente Omar Aziz (PSD-AM) negou.

O senador Humberto Costa (PT-PE) sugeriu que o depoimento de Wajngarten fosse enviado ao Ministério Público para investigação. Flávio Bolsonaro, então, sugeriu que enviassem o de outros depoentes e enalteceu a postura de Omar Aziz, que estaria evitando que a CPI se tornasse um palanque.

“Imagina um cidadão honesto ser preso por um vagabundo como Renan Calheiros”, declarou Flávio Bolsonaro.

Últimas notícias