Manifestantes vão às ruas pedir o impeachment de Gilmar Mendes

Protestos foram realizados em algumas cidades pelo Brasil, entre elas São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília

atualizado 18/11/2019 9:15

DANIEL TEIXEIRA/AE

Manifestantes cobraram o impeachment do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), neste domingo (17/11/2019). Protestos tomaram as ruas em algumas cidades do Brasil, incluindo Brasília.

Na capital federal, um grupo de manifestantes pediu a expulsão do magistrado na Esplanada dos Ministérios. A Polícia Militar não forneceu estimativa de público. No entanto, os policiais atribuíram a “dispersão” à chuva que caiu na capital no domingo. Com máscaras de personagens políticos ligados ao governo Jair Bolsonaro, a exemplo do ministro da Justiça, Sergio Moro, os críticos de Mendes e do STF se concentraram na frente do Congresso Nacional e depois foram ao próprio Supremo.

O protesto também avançou pelas redes sociais com a hashtag #BrasilContraGilmarMendes.

0

Em São Paulo (SP), manifestantes se reuniram na Avenida Paulista, no maior ato do país. Grupos inflaram bonecos com o rosto de Gilmar Mendes e gritavam palavras de ordem contra o ministro. A PM paulista também não forneceu dados sobre o número de participantes.

Com gritos de “fora Gilmar” e pedidos para que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) volte para a prisão, com a reversão da decisão de impedir prisões após condenações em segunda instância, o ato se concentrou em frente à Fiesp.

“Justiça acima de tudo, Sergio Moro acima de todos”, gritavam os manifestantes, em uma alusão ao slogan de campanha do presidente Jair Bolsonaro, que era “Brasil acima de tudo, Deus acima de todos”. Algumas pessoas no ato levaram tomates para atirar em cartazes com nomes e imagens de ministros do STF, como o presidente da Corte, Dias Toffoli.

No Rio de Janeiro (RJ), os atos ocorreram em Copacabana. O evento conseguiu reunir centenas de pessoas, que ocuparam ao menos um quarteirão da praia, na altura do Posto 6.

DANIEL RESENDE/AE

Entre os organizadores dos atos, estão:

  • Movimento Conservador;
  • Movimento Amor pelo Brasil;
  • Nas Ruas;
  • Movimento Avança Brasil;
  • Movimento Brasil Conservador;
  • Direita São Paulo;
  • Movimento Brasil Monarquista;
  • São Paulo Conservador.

Últimas notícias