Mandetta: “Não minta, presidente. Ninguém te proibiu de nada”

Ex-ministro da Saúde disse que Bolsonaro "teve todos os poderes para coordenar" ações de combate à pandemia de Covid-19

atualizado 29/07/2021 15:11

Comissão Parlamentar de Inquérito da Pandemia (CPIPANDEMIA) realiza oitiva do ex-ministro de Estado da Saúde Luiz Henrique MandettaJefferson Rudy/Agência Senado

O ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta (DEM-MS) afirmou, nesta quinta-feira (29/7), que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) “teve todos os poderes para coordenar” as ações de combate à pandemia da Covid-19, mas não fez.

Mandetta, que foi demitido do governo Bolsonaro no início da pandemia, em abril de 2020, criticou a atitude negacionista do presidente.

“Bolsonaro teve todos os poderes para coordenar a pandemia. Eu mesmo praticamente desenhei o que ele tinha que fazer. Não fez, deu maus exemplos e adiou o quanto pode a compra de vacinas, porque tinha motivações obscuras. Não minta, presidente. Ninguém te proibiu de nada”, escreveu Mandetta.

Bolsonaro acusou o Supremo Tribunal Federal (STF) de cometer crime ao propagar “fake news”. A Corte reafirmou, nessa quarta-feira (28/7), pelas redes sociais, que não retirou os poderes do presidente no combate à pandemia. “Uma mentira contada mil vezes não vira verdade”, disse.

O STF já destacou que deu autonomia aos estados e municípios para adotarem medidas restritivas, mas em coordenação com a União. Bolsonaro, todavia, discorda de tais medidas e há um ano vem criticando a Corte e afirmando que ela tirou o poder dele de agir.

0

Últimas notícias