metropoles.com

Lula escala Wellington Dias para discutir Orçamento de 2023

Peça a ser discutida será a 1ª do novo governo Lula. Para entrar em vigor, ela precisa ser aprovada no ano anterior, pelo atual Congresso

atualizado

Compartilhar notícia

Michael Melo/Metrópoles
Wellington Dias
1 de 1 Wellington Dias - Foto: Michael Melo/Metrópoles

Eleito no último domingo (30/10) para assumir a Presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) já começa a articular seu governo para o próximo ano. Em reunião nesta segunda-feira (31/10), Lula convocou o ex-governador do Piauí, Wellington Dias para discutir o Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) de 2023 com o relator, Marcelo Castro (MDB-PI). Dias assumirá uma cadeira no Senado no próximo ano.

Ao Metrópoles, o ex-governador afirmou que o encontro com Castro será na próxima quinta-feira.

A peça a ser discutida será a primeira do novo governo Lula. Para entrar em vigor, ela precisa ser aprovada no ano anterior. Contudo, a de 2023 já foi encaminhada ao Congresso pelo atual presidente Jair Bolsonaro (PL). O documento elaborado pelo governo prevê o fluxo de arrecadação, gastos e investimentos do governo federal e precisa ter aval no Congresso até o final de 2022.

A equipe de Lula quer, na nova peça orçamentária, recompor os cortes feitos por Bolsonaro no projeto de lei enviado ao Parlamento. Este será um dos principais pontos a serem discutidos pelo time de transição do petista.

“Nós teremos, na quinta, uma agenda preliminar com mais alguns parlamentares da Câmara e Senado sobre o diagnóstico da execução orçamentária 2022 e também para entendimentos sobre necessárias adequações no Orçamento para 2023, tendo em vista o programa vitorioso na última eleição. A orientação é dialogarmos também com presidentes e líderes das duas casas”, disse Wellington Dias.

Além do novo senador, também devem participar os deputados federais Paulo Pimenta (PT-RS), Rui Falcão (PT-SP), Enio Verri (PT-PR) e o senador Jean Paul Prates (PT-RN). O encontro será em Brasília.

Segundo o político piauiense, a presidente do PT Gleisi Hoffmann deve realizar agenda com os presidentes e representantes dos partidos para tratar sobre organização da transição de governo para “buscar alinhar um diálogo com o Executivo, Legislativo e Judiciário”.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comNotícias Gerais

Você quer ficar por dentro das notícias mais importantes e receber notificações em tempo real?

Notificações