Lira e Pacheco comentam discurso de Bolsonaro na ONU: “Sem surpresas”

Seguindo a tradição, o presidente brasileiro abriu a série de discursos da Assembleia Geral da ONU

atualizado 21/09/2021 17:15

Lira e PachecoRafaela Felicciano/Metrópoles

Os presidentes da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), comentaram o discurso do presidente Jair Bolsonaro na Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) nesta terça-feira (21/9). Na avaliação dos dois parlamentares, “não houve surpresas” para o mundo político na fala de Bolsonaro.

Lira evitou fazer juízo de valor sobre o discurso. “Nos aspectos gerais, nada que surpreenda a política brasileira. Falou o que já vem falando há muito tempo internamente no país, de uma maneira que só ele pode avaliar, mas não há nada de novo no discurso do presidente”, declarou o deputado, em entrevista concedida ao lado de Rodrigo Pacheco.

Pacheco, por sua vez, disse discordar de alguns pontos citados por Bolsonaro, sem, no entanto, exemplificar quais aspectos seriam esses. Ele também pontuou que a posição expressada pelo presidente é conhecida de todos, portanto, “sem grandes surpresas”.

“Considero que o presidente destacou pontos importantes do Brasil, de projeto que nós precisamos fazer no país, de realizações que nós temos, porque o país precisa ser apresentado lá fora, de uma forma que demonstre as realizações que nós tivemos nos últimos anos, não só desse governo, mas a evolução que nós tivemos enquanto país, mostrando isso para o mundo”, ressaltou o senador.

“Obviamente há posições do presidente com as quais eu discordo, eu não concordo. Mas são convicções dele já conhecida de todos, portanto, não há grandes surpresas em relação àquilo que ele normalmente prega”, destacou.

0

Últimas notícias