Joice: “Aliados do governo estão sendo transformados em inimigos”

Ex-líder do governo no Congresso disse em live no YouTube que não houve orientação de Bolsonaro para assinar lista em apoio ao filho Eduardo

Reprodução/YouTube

atualizado 20/10/2019 20:52

A ex-líder do governo no Congresso Nacional, deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), disse na tarde deste domingo (20/10/2019) que aliados do presidente Jair Bolsonaro estão sendo “transformados em inimigos”.

A declaração foi feita durante uma transmissão ao vivo em seu canal no YouTube para falar sobre a crise interna do PSL que atinge o Palácio do Planalto, o comando do partido e a bancada da legenda no Congresso.

A deputada citou como exemplo as demissões dos ex-ministros palacianos Santos Cruz e Gustavo Bebianno. Ela disse que não concordou com a forma com que os dois foram desligados do governo. Sustentou que chegou a conversar com o presidente Bolsonaro a respeito.

“Essa divisão não é uma divisão que seja boa e natural […]. O meu papel ali era aconselhar. Quer ouvir, ouve. Não quer ouvir, pronto, acabou”, disse.

“Não é assim que se trata um aliado […]. Os aliados estão sendo transformados em inimigos. Esão sendo machucados, feridos. Deixados pelo meio do caminho. Gente que trabalhou feito louca pela campanha do presidente sendo ignorada. Não é o meu caso, porque eu não sou ignorada em lugar nenhum. Mas tem gente que chega lá [no Planalto] e simplesmente é tratado como capacho. Isso não é correto”, declarou.

Guerra das listas
Durante a live, a ex-líder no Congresso afirmou ainda que não houve orientação alguma por parte do presidente Jair Bolsonaro para assinar lista “A, B ou C” que escolheria o líder do PSL na Câmara.

A deputada foi destituída do cargo após assinar uma lista de manutenção do deputado Delegado Waldir (PSL-GO) como líder do PSL na Câmara. No mesmo dia, o presidente anunciou como substituto o senador Eduardo Gomes (MDB-TO).

Na última semana, o líder do governo na Casa, deputado Vitor Hugo (PSL-GO), apresentou uma lista com assinatura de deputados da sigla que colocava o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente Bolsonaro, como novo líder da legenda na Câmara. No mesmo dia, no entanto, o deputado Waldir apresentou outra lista, a qual fez com que retomasse o comando do PSL na Casa.

Joice também criticou a interferência do Palácio do Planalto no Congresso. “Você não pode usar a estrutura do Palácio, a estrutura do Executivo, pra interferir em outro Poder, interferir no Legislativo. É absolutamente irregular e imoral.”

Assista a live completa:

Últimas notícias