Hildo Rocha rebate acusação de deputada sobre ocupar dois apartamentos

Parlamentar Tábata Amaral acusou o filho do emedebista de ocupar um imóvel funcional destinado a ela

atualizado 01/02/2019 14:41

Reprodução/ redes sociais

O deputado federal Hildo Rocha (MDB-MA) se defendeu da acusação feita pela também deputada Tábata Amaral (PDT-SP) de que ele ocupava dois apartamentos funcionais ao mesmo tempo. Ao Metrópoles, o parlamentar – que assume nesta sexta-feira (1º/2) o segundo mandato – afirmou que está de mudança para outro imóvel da Câmara e, por isso, teria até o dia 15 de fevereiro para entregar o apartamento antigo.

Segundo Hildo Rocha, o filho dele não mora no imóvel, como acusou Tábata Amaral. “Ele estava lá justamente cuidando da mudança”, justificou. O parlamentar exigiu ainda um pedido de desculpas da deputada pela “divulgação do vídeo com notícias falsas”.

“Algum problema tem com essa moça aí. Estou muito preocupado. Seria até bom ela ir no (sic) serviço médico da Câmara. Ela nunca falou comigo, pode até ter aí algum problema psicológico”, disse.

“Vou dar uma oportunidade para que ela se explique, para que ela se desculpe”, afirmou o deputado. “Caso contrário, eu vou à Corregedoria da Câmara para denunciá-la porque é quebra de decoro parlamentar. Também meu partido, o MDB, vai ao Conselho de Ética da Câmara Federal para que ela se defenda”, completou.

Rocha ainda pediu para que a parlamentar provasse que falou com ele sobre o assunto. “Primeiro, ela vai ter que mostrar como ela falou comigo. Qual foi o número que me ligou? Segundo, vai ter que provar que subiu no apartamento 104. Terceiro, provar que foi sorteada. Como conseguiu a posse de um apartamento sem ela fazer parte daquelas pessoas que são as mais importantes para receberem como prioridade o apartamento”, questionou ao se referir aos deficientes físicos.

Entenda
Nas redes sociais, a deputada Tábata Amaral contou, nesta quinta-feira (31/1), que após o sorteio que definiu os apartamentos funcionais que ficariam com cada parlamentar, decidiu ir até aquele que lhe havia sido destinado. Lá, no entanto, ela teria encontrado o filho do deputado Hildo Rocha. Ele teria se negado a entregar as chaves.

Posse de Bolsonaro
Durante a cerimônia de posse do presidente Jair Bolsonaro (PSL), ocorrida na Câmara dos Deputados, Hildo Rocha protagonizou um bate-boca com um segurança da Casa. O maranhense escolheu um dos assentos na primeira fileira do plenário, reservada a chefes de Estado.

Ao ser notificado de que estaria em local indevido por um dos agentes de segurança, o parlamentar se exaltou, respondeu que não iria trocar de lugar e, de quebra, soltou uma ameaça para o profissional: “Vou mandar te prender”. A cena foi testemunhada pelo Metrópoles.

Últimas notícias