Guedes: “Quem define ‘timing’ de auxílio e Renda Brasil é a política”

O ministro da Economia teve uma reunião com o presidente Jair Bolsonaro para decidir sobre o futuro dos dois programas sociais

atualizado 28/08/2020 15:15

Rafaela Felicciano/Metrópoles

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta sexta-feira (28/8) que quem define o “timing” sobre a prorrogação do auxílio emergencial e a criação do Renda Brasil é a política. As declarações foram dadas na portaria da pasta, segundo o portal G1.

“Eu sempre repito que o timing, quem dá é a política. Nós temos as simulações todas preparadas, agora o timing, o nível de auxílio emergencial, de Renda Brasil, tudo isso são decisões políticas”, afirmou o ministro.

Segundo Guedes, que participou mais cedo de uma reunião com o presidente Jair Bolsonaro e a cúpula do governo, após ter sido criticado pelas propostas, para decidir sobre o futuro dos dois programas sociais, “o debate é normal”.

“É perfeitamente legítimo. ‘Olha, isso aqui está baixo, isso aqui está ruim, aquilo ali…’ Essas simulações estão sendo disponíveis”, falou.

0

 

Últimas notícias