Fábio Wajngarten tenta viajar sem máscara e é repreendido por aeromoça

Secretário de Comunicação de Bolsonaro foi advertido por funcionária da Gol na quinta (04/06), porque insistia em não usar item de proteção

Fabio WajngartenMichael Melo/Metrópoles

atualizado 06/06/2020 16:45

O secretário de Comunicação da Presidência, Fábio Wajngarten, recusou-se a usar uma máscara de proteção contra a Covid-19 durante um voo da Gol, de Brasília a Guarulhos, às 19h25 dessa quinta-feira (04/06). As informações são de Guilherme Amado, colunista da revista Época.

Atendendo ao pedido de outros passageiros, uma aeromoça da companhia chegou a intervir, pedindo que a Wajngarten colocasse a máscara. O secretário argumentou que não precisava pois já tinha contraído a Covid-19.

Apenas depois de um segundo pedido da funcionária, alegando que o uso do equipamento é uma norma sanitária, Wajngarten resolveu usar o item de proteção pessoal.

O secretário foi uma das primeiras autoridades do país a serem infectadas pelo novo coronavírus, fato que aconteceu ainda em março durante uma viagem aos Estados Unidos com a comitiva presidencial.

Últimas notícias