Em mensagem de despedida, Marcelo Álvaro chama Bolsonaro de “amigo e irmão”

Exoneração do agora ex-ministro do Turismo foi publicada nesta quinta-feira (10/12). Gilson Machado o substitui

atualizado 10/12/2020 12:14

Marcos Corrêa/PR

Em mensagem de despedida do Ministério do Turismo publicada nesta quinta-feira (10/12) nas redes sociais, Marcelo Álvaro Antonio chamou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de “amigo e irmão” e agradeceu pela oportunidade de integrar o que classificou como “melhor governo da história do Brasil”.

No comando da pasta desde janeiro de 2019, Álvaro deve assumir o mandato na Câmara dos Deputados pela primeira vez na atual legislatura. Ele foi reeleito em 2018 pelo PSL de Minas Gerais, com mais de 230 mil votos.

O agora ex-ministro sobreviveu a acusações de que patrocinara candidaturas-laranjas nas eleições de 2018, a um indiciamento da Polícia Federal e à denúncia do Ministério Público de Minas Gerais por envolvimento no esquema.

0

Marcelo Álvaro Antonio foi demitido na quarta-feira (9/12) pelo presidente, após enviar uma mensagem em um grupo de WhatsApp que reúne ministros do governo.

Na mensagem, Álvaro Antonio chamou o ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, de “traíra” e afirmou que Ramos pediu a Bolsonaro para demiti-lo a fim de entregar o cargo para o Centrão, o bloco parlamentar de apoio ao governo na Câmara dos Deputados. Ramos é o responsável pela articulação política do governo com o Congresso. Leia a íntegra da mensagem aqui.

Poucas horas depois de ter sido demitido pelo presidente, Álvaro Antonio foi a uma confraternização com os funcionários da pasta, em um bar em Brasília. Em um discurso de despedida improvisado, ele fez questão de dizer que não saiu por incompetência. Sem citar o nome do desafeto Ramos, Álvaro Antônio ressaltou que deixou o governo por “divergência com um ministro”.

Na mensagem de despedida publicada nesta quinta, Álvaro também relembrou algumas das ações à frente da pasta, que comandou por um ano e 11 meses.

“Foram quase 2 anos de muito trabalho e ótimos resultados, com vários recordes quebrados e o reconhecimento que garantiu feitos históricos ao setor, como a isenção de vistos para 4 países”, escreveu ele no Twitter.

 

Mais lidas
Últimas notícias